Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Problemas de Aprendizagem Relacionados com a Lateralidade


A lateralidade constitui um processo essencial às relações entre a motricidade e a organização psíquica intersensorial. Representa a conscientização integrada e simbolicamente interiorizada dos dois lados do corpo, lado esquerdo e lado direito, o que pressupõe a noção da linha média do corpo.

Desse radar vão decorrer, então, as relações de orientação face aos objetos, às imagens e aos símbolos, razão pela qual a lateralização vai interferir nas aprendizagens escolares de uma maneira decisiva.

A lateralização, além de ser uma característica da espécie humana em si, põe em jogo a especialização hemisférica do cérebro, reflete a organização funcional do sistema nervoso central.

A conscientização do corpo pressupõe a noção de esquerda e direita, sendo que a lateralidade com mais força, precisão, preferência, velocidade e coordenação participa no processo de maturação psicomotor da criança.

A capacidade de a criança ascender à simbolização passa pela dominância cerebral, pois, caso contrário, resulta em distúrbios quer na linguagem falada, quer na linguagem escrita.

POSSÍVEIS PROBLEMAS DE APRENDIZAGEM RELACIONADOS COM A LATERALIDADE

-DISLEXIA caracteriza-se por dificuldades de aprendizagem relacionadas à identificação, compreensão, interpretação dos símbolos gráficos e por leitura defeituosa, lenta e silabada. A criança disléxica não é capaz de soletrar palavras, mesmo que reconheça as letras. Troca as sílabas, substitui letras, omite letras ou palavras, inverte letras e, algumas vezes, tenta ler de trás para frente, confundindo, inclusive, letras com simetria semelhante. A dislexia consiste na dificuldade de aquisição da leitura na idade habitual, executando toda debilidade ou deficiência sensorial; a ela se associam dificuldades de ortografia e, em alguns casos, distúrbios psicomotores e de linguagem.

-DISORTOGRAFIA consiste na dificuldade para memorizar as regras ortográficas e sintáticas, para usar adequadamente as letras SS, S, Ç, RR, R, CH e X, para diferenciar gênero de número, para inverter termos, para evitar erros gramaticais considerados grosseiros por especialistas da área.

-DISCALCULIA é a dificuldade na identificação de símbolos visuais, em cálculo, em concepção de idéias e em aspectos verbais ou não verbais.

Os transtornos psicomotores – como a lateralidade e a estruturação do esquema corporal – são, de certa forma, responsáveis pela síndrome da dislexia.

Há alterações psicomotoras que interferem nas tarefas escolares, com reflexos diretos na escrita, dentre os quais podem ser citados e considerados:

•Falta de maturidade motora, a qual se manifesta através de uma debilidade motora na realização dos movimentos gráficos, na lentidão e na dificuldade de maneira geral;

•tonicidade alterada para menos ou para excesso: as crianças hipotônicas fazem traço débil e letras mal acabadas ou incompletas, e as crianças hipertônicas realizam o traço com demasiada pressão, sendo freqüentes as sincenesias3 e os movimentos espasmódicos;

•incoordenações psicomotoras que, isolada ou juntamente com as alterações neurológicas ou emocionais, se manifestam através de dificuldades mais ou menos graves, em alguns casos, para segurar o lápis e controlar os movimentos.

Fonte:portaleducacaofisica.com
Cedido do Blog de por JOHANNA TERAPEUTA OCUPACIONAL
http://johannaterapeutaocupacional.blogspot.com/

Um comentário:

  1. Olá, Mary!
    Muito interessante seu cantinho. Como professora, admiro aquele que levanta a bandeira da educação. Não consegui encontrar onde deixar um comentario no seu blog de poesia.
    Parabéns, viu!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget