Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

quinta-feira, 7 de abril de 2011

O matador de leões




Nós, os TDAH, quase sempre somos mal interpretados no nosso dia a dia. Principalmente por alguns comportamentos que ora são extraordinários ora são patéticos. Para tentar explicar aos “não TDAH” estes comportamentos, criei uma pequena fabula para explicar este comportamento.

Certo dia, um matador de leões acordou cedo e saiu para caça-los. Ele tinha apenas uma faca para realizar sua tarefa, mesmo assim saiu rumo a savana. A cada km andado ele encontrava um leão e o matava. Implacável e destemido ele andou 100 km e matou 100 leões, voltando para casa com a tarefa cumprida.

Em outro dia ele saiu novamente para realizar a mesma tarefa e foi morto ao encontrar 10 zebras. Antes que você se apresse em saber o motivo já vou dizendo: é a falta de foco. Temos dificuldade em organizar, processar e executar as informações, porque elas sempre nos parecem mais complexas do que são.

Enquanto o desafio era apenas 1 leão tudo ocorria perfeitamente, porém ao se deparar com as 10 zebras o problema do foco não permitiu ao nosso matador escolher e executar uma estratégia de ataque. Enquanto o caos se instalava em sua mente, as zebras o pisotearam até a morte.

Ser TDAH é isso: enfrentar leões mas as vezes ser morto por zebras.




Carlos Rabelo
Fonte Texto e Imagem
http://mundotdah.wordpress.com/

A busca do conflito


Depois de receber o diagnóstico de TDAH e saber que a maior parte do tratamento viria do fato de aprender o máximo possível sobre o transtorno, comecei dia após dia buscar informações em livros, sites, grupos na internet e também com outras pessoas TDAH.

Um dos aspectos mais interessante que descobri sobre o TDAH é a eterna busca por conflitos, que quase todos tem. Aspecto este, que tenho desde criança e que ficou mais intenso quando me mudei para o Mato Grosso em 1982.

Neste ano passei a ter menor acompanhamento escolar pela familia o que me possibilitou, assim dizendo ser mais "eu". A minha sorte, que por ser do tipo franzino, eu nunca partir para os conflitos físicos, o que pioraria muito o problema.

Mas era só ter a oportunidade e lá estava eu querendo travar uma batalha, fosse por qualquer coisa. Muitas pessoas diziam que isto era apenas um comportamento rebelde, mas ai esta a diferença para o TDAH, na maioria das vezes estamos poucos interessados no assunto do conflito o que queremos é senti-lo.

Passar pela experiência funciona quase como o efeito de uma droga, dá prazer e satisfação. Como já sabemos isto não dura pra sempre e depois vem sempre o resultado em forma de notas baixas, advertências, suspensões e outras punições escolares.

Por isso que nesta busca por conflitos sem razões: os TDAH e os não TDAH devem evitá-los ao máximo, já que o TDAH fara de tudo para fazé-lo durar o maior tempo possível.


Carlos Rabelo


Fonte Texto E Imagem
http://mundotdah.wordpress.com/

domingo, 3 de abril de 2011

O que é Déficit de Atenção/Hiperatividade?


Trata-se de uma alteração do comportamento que impossibilita o indivíduo de permanecer quieto por um período de tempo necessário para executar determinadas atividades comuns diárias. Por conta do seu comportamento essas crianças e adolescentes são evitados e considerados inconvenientes.

O Déficit de Atenção/Hiperatividade é muito freqüente?

Estima-se que 10% das crianças na idade pré escolar e 4-5% na idade escolar apresentam Hiperatividade.

Como se percebe o Déficit de Atenção/Hiperatividade na escola?

- Não ficam paradas na sala de aulas- Falam muito com os colegas- Interrompem de maneira imprópria a professora- Iniciativas descontroladas- Tumultuam a classe com brincadeiras fora de hora- Apresentam desempenho abaixo do esperado.

O desenvolvimento do hiperativo é normal?

A maioria dos pacientes hiperativos apresentam um desenvolvimento normal.

O paciente hiperativo tem nível de inteligência normal?

Sim, a maioria apresenta o nível de inteligência normal ou acima do normal.

Qual é o tratamento para o Déficit de Atenção/Hiperatividade?

O tratamento da Hiperatividade se faz com o uso de medicamentos estimulantes do sistema nervoso e associa-se a terapia psicológica.

Quando deve ser iniciado o tratamento?

Logo que se percebe o quadro deve-se procurar um especialista para orientação adequada e quanto mais precoce o tratamento for iniciado melhores serão os resultados, pois o comprometimento emocional será menos acentuado.

por Mental Help

http://psicopedagogavaleria.blogspot.com/2009/04/tdah.html
Ocorreu um erro neste gadget

Crianças Felizes Demais Nosso Blog!