Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Desabafos e depoimentos Tdah







Se for ver , é uma simples questão de entender que somos todos indivíduos e como indivíduos cada um funciona de uma forma .
Porém todo mundo diz:
Que um é diferente do outro , ninguém é igual a ninguém.
Mas quando passa para prática , a sociedade deseja que todos funcionem de uma mesma forma como uma máquina .
Então fica essa CONTRADIÇÃO


Artigo 1º:Não tem jeito, todo pai e minha mãe constroem uma imagem que querem para
os filhos. Nessa imagem, tem o desejo de que sejam bem-sucedidos, que sejam felizes, mas não o desejo de que
tenham TDAH. Da mesma forma que o meu  pai teve que desconstruir muito dessa imagem que ele tinha criado
para mim, eu tb tive que fazer isso em relação à ele. Pais são pessoas normais e muitas vezes não nos
damos conta disso. Da mesma forma que nós, eles também  possuem limitações, tb sofrem, tb têm as suas dificuldades. No entanto,
esperamos que eles sempre possam compreender tudo, que sempre saibam de tudo e, na verdade, não é
assim.  Acho que a partir do momento que passamos a nos responsabilizar mais por
nós mesmos, essa relação tende a ficar tb mais serena. Seria ótimo que todos que nos cercam soubessem o
que é TDAH, lessem sobre o  assunto, mas não é assim. No entanto, a partir do momento que passamos a
saber mais sobre o assunto, nos  comprometemos com o tratamento e ficamos cientes das nossas limitações,
a relação com o outro fica muito mais fácil, seja esse outro nossos pais, irmãos, familiares, amigos,
namorado, marido, enfim, seja quem for.
 


Artigo 2º:
Leitores, eu sou mãe de DDA e não acho meu filho menos capaz que qualquer outra pessoa, apenas compreendo suas dificuldades e limitações, assim como todos temos e precisamos nos adptar. Não precisam deixar seus sonhos de lado por causa de uma síndrome, aprender a contornar, cair e levantar, faz parte de qualquer processo de qualquer ser humano. Entendo que muitos pais idealizam uma vida para seus filhos, mas não é o TDAH que vai fazer ele seguir outro caminho.
Conheço muitos pais de filhos "normais", decepcionados pq seus filhos não seguiram as carreiras que eles esperavam!
Mas que são pessoas felizes com suas escolhas. E isso é o mais importante, não o que vc faz, o que vc é, mas que seja feliz, e é isso que eu quero para meu filho. Infelizmente temos pais muito desapegados, desinformados, atarefados de mais ou simplesmente que não querem saber, pois é mais fácil ignorar do que ajudar.
Só para concluir: ontem vi uma matéria, no meu estado, sobre um jovem, com paralisia cerebral, que está se formando na faculdade com as melhores notas da turma. Não que isso nos incentive a exigir o que uma pessoa não pode dar, mas nos espelharmos em pessoas assim.
Lamento por esses pais que perdem a oportunidade de fazerem a diferença para seus bens mais preciosos, estreitarem os vínculos, mostrarem seu amor de forma externada, enfim, de cumprirem o papel a qual se propuseram.

Fonte google seu autoria definida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Crianças Felizes Demais Nosso Blog!