CLIQUE EM Nossos anuncios.

CLIQUE EM Nossos anuncios.

Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Esportes e TDAH


Escolinha de habilidades sócio-emocionais a través do esporte

Para crianças e jovens


Na Escolinha TDAH Fortaleza treinamos não só as habilidades esportivas, como também habilidades de superação pessoal e inteligência emocional:
  • Focar  mais a atenção nas instruções do professor
  • Saber resolver conflitos adequadamente
  • Regular a auto-estima e a confiança  desde um papel positivo.
  • Motivar-se e saber motivar aos companheiros em momentos difíceis.
  • Ter autocontrole e canalizar positivamente as raivas e euforias
Para melhorar nessas condutas definiremos juntos desafios pessoais em cada encontro e apoiamos aos participantes com uma serie de jogos de motivação e estratégias que mostraram ser muito favoráveis em outras crianças e jovens.

Trabalhamos junto com pais e professores para conseguir desafios pessoais em casa e na escola.

Com os jovens trabalhamos a partir de trainamento de habilidades de liderança.






X

Nem sempre se aproveita a potencialidade educativa e transformadora do esporte como atividade extra-escolar, sendo em ocasiões, fator de stress agregado para crianças e jovens.




A Escolinha  TDAH Fortaleza é um projeto de habilidades sócio - emocionais através do esporte.
Foi elaborado para fazer valer a potencialidade educativa da prática do esporte, promovendo a saúde psico- emocional dos  participantes.

O programa tem o objetivo de promover:
a) A aprendizagem de condutas pró - sociais.
A participação em um time potencializa as situações vitais que permitem a educação em valores morais através da ação. As crianças devem se adaptar as normas do jogo, aos códigos esportivos e a cooperação em equipe.

b) A capacidade de tolerar as frustrações.
Formar parte de um time requer um esforço para afrontar as frustrações que causam tentar relegar a segundo plano os interesses pessoais em função dos interesses do grupo.
Ao mesmo tempo,  oferece  a oportunidade a criança de afrontar as derrotas no espaço lúdico que proporciona a competição.

c) A auto-estima equilibrada.  
Os times esportivos permitem trabalhar desafios pessoais e grupais. Cada participante terá seu papel específico no time e compreenderá que sua função é fundamental para o bom funcionamento do mesmo. Além disso, os treinadores propiciam situações em que a criança possa se sentir segura de suas possibilidades e orgulhosa de suas realizações.

d) A capacidade de atenção.
Da mesma forma como se treinam as destrezas esportivas, outras habilidades podem ser treinadas para o bom funcionamento do time. Apresentam-se jogos em que são promovidas as habilidades de manter a atenção.

e) O auto-controle emocional.  
O estado de ativação fisiológica do organismo da criança quando pratica um esporte competitivo, facilita a manifestação de estados emocionais extremos como; raiva, frustração, tristeza, alegria ou euforia. As raivas são frequentes os sentimentos de orgulho também. Os treinadores têm a função de ajudar a regular as emoções, para isto utilizam principalmente a modelagem.

f) A resolução criativa de conflitos interpessoais.  

Os conflitos são naturais e constituem o momento educativo por excelência. Os treinadores capacitados esperam os conflitos preparados para aproveitarem ao máximo a sua potencialidade educativa.

g) A participação de todos os implicados na comunidade educativa. Atividades opcionais para mães, pais e professores.
X


Metodologia: 
Os treinamentos esportivos são interrompidos durante curtos períodos de tempo para:
  • Propiciar nas  crianças a  metacognição das estratégias que estão utilizando individual ou coletivamente e que estão beneficiando ou entorpecendo o trabalho.
  • Promover a resolução de conflitos interpessoais.
  • Permitir que se auto-organize cada time quando estão competindo.

Os resultados do programa em Barcelona evidenciam melhoras na adaptabilidade e no rendimento escolar, nas habilidades sócio-emocionais, em casa e na escola, aumentando as condutas pró-sociais, a obediência e melhorando as relações com os companheiros (Bryt, F. Memorias de las Atividades Deprotivo Terapêuticas F. Adana 2004-2009)

A Escolinha TDAH Fortaleza faz parte do Programa Conviver  que visa a prevenção e qualidade de vida das crianças com TDAH e suas famílias. Ligado ao Universitat Autónoma de Barcelona no que se refere à avaliação de seus resultados.

O Programa, na sua versão para pais, foi avaliado em 10 instituições educativas da província de Barcelona, na Comunidade Autônoma de Catalunha, Espanha. De 2004 até 2009 o programa teve um impacto em 1150 menores e suas famílias em distintas cidades catalãs.
Foi parte do Pla de Formació Permanent de Generalitat de Catalunya, Departament d'Educació. 


http://tdah-fortaleza.blogspot.com.br/p/atividade-esportiva-terapeutica.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Crianças Felizes Demais Nosso Blog!