CLIQUE EM Nossos anuncios.

CLIQUE EM Nossos anuncios.

Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

domingo, 2 de agosto de 2015

A vida em casa








“O comportamento dele está afetando seu irmão e sua irmã também. Eu gostaria de saber como podemos ajudá-lo para que todos possam usufruir de uma melhor qualidade de vida.

Eu sei que é o TDAH e que não é culpa dele, mas estou no fim das minhas forças. Como posso ajudar meu filho a se comportar melhor?”
Uma casa que apoia e é estável faz uma diferença real para o bem-estar de qualquer criança. Aqui estão algumas maneiras que podem ajudar:

As crianças com TDAH gostam de ter um esquema fixo para seu dia. Rotina, estrutura e consistência podem ajudar a manter a paz;
Esteja sempre à procura de novas atividades e interesses para incentivar. Elas irão trazer diversão e melhorar a autoestima da criança. Seja paciente com as oscilações dramáticas do entusiasmo à indiferença;
Se a criança com TDAH tiver irmãos, a vida em casa pode ser melhorada com algumas poucas regras não negociáveis sobre como respeitar o espaço e as coisas pessoais;
Comunique-se regularmente com a escola de seu filho. Se necessário, use um caderno de mensagens que fique entre a casa e a escola. Desta maneira, você pode ajudar a professora e vice-versa.
Com o entendimento da situação como um todo, é possível identificar áreas de incentivo e onde concentrar atenção extra.



http://www.tdahevoce.com.br/pais-e-cuidadores/como-posso-ajudar/a-vida-em-casa.aspx

Comportamento com amigos


“O comportamento dele está afetando seu irmão e sua irmã também. Eu gostaria de saber como podemos ajudá-lo para que todos possam usufruir de uma melhor qualidade de vida. 

Eu sei que é o TDAH e que não é culpa dele, mas estou no fim das minhas forças. Como posso ajudar meu filho a se comportar melhor?”
As crianças com TDAH podem não ser muito boas para fazer amizades e geralmente têm dificuldade com o “tempo livre” – mudanças na rotina, intervalos na escola e coisas assim. Como resultado, criar mais estrutura fora do horário escolar - durante a noite, finais de semana ou feriados - é uma boa ideia. Você pode conseguir isso procurando atividades organizadas do interesse da criança. 

Grupos de Apoio para Pais em TDAH são extremamente bons ao proporcionarem uma variação de atividades direcionadas especificamente para crianças e jovens com TDAH. Se seu filho foi excluído do clube de natação local, ou não é convidado para festas de crianças na escola, procurar conhecer outras famílias que estejam com os mesmos problemas pode ser muito útil – e nos Grupos de Apoio para Pais em TDAH há maior probabilidade de se terem crianças de todas as idades. 

Uma sugestão é a Associação Brasileira do Déficit da Atenção (ABDA). Para mais informações, acesse: www.tdah.org.br

http://www.tdahevoce.com.br/pais-e-cuidadores/como-posso-ajudar/comportamento-com-amigos.aspx

Relação professor, escola, aluno e família.



                                                       A educação unida para o sucesso!

“Essa pessoa que o professor descreve, parece não ser o meu filho!”; “Deve ser culpa da aula, que não é interessante, porque minha filha se concentra por bastante tempo, nos seus jogos de computador...”

Possivelmente, boa parte dos pais de crianças e adolescentes com TDAH, já pensou assim. Também, questionou a Escola e os professores, acerca de suas observações em relação ao filho.

Não importa se esses questionamentos ocorrem antes, durante ou depois do diagnóstico do TDAH, porém eles são recorrentes! Mas, por que isso acontece? Simples...é o fato de ser na Escola, que o TDAH mais se manifesta. Culpa da Escola? Culpa do professor? Culpa do sistema educacional brasileiro?

Na maioria das vezes, não! O que acontece é que o espaço escolar, é o palco de uma das primeiras experiências sociais do individuo, é o cenário onde ele aprende a exercer suas habilidades, seus valores, seus modelos de comportamento, e por vezes a demonstrar algumas dificuldades. É aí que entra o papel do Professor.

O Professor é um dos grandes observadores de nossas crianças, é quem as conhece como poucos, pois consegue manter o olhar individual, mesmo em meio a uma “multidão”. Diferente de outros profissionais, ele é um dos poucos que enxerga a criança e o adolescente em sua rotina, na realidade em que ele está inserido.

Professor ama o que faz! Essa é a única explicação, para a presença de tantas pessoas que ainda insistem, na missão de educar. São eles que em cada observação sobre os nossos filhos, querem apenas auxiliá-los, orientar suas famílias, para juntos encontrar caminhos para fazer o aluno APRENDER. Todos são capazes de aprender, cada um a sua maneira, e é o PROFESSOR aquele que mais deseja que isso aconteça, é aquele que mesmo frente a dificuldades, busca incessantemente meios que possibilitem o sucesso de seus alunos.

Mas, como fazer para isso acontecer? Como auxiliar nossas crianças, como atender suas demandas, suas necessidades? Quais técnicas e estratégias que devem seguir?

Eis uma das maiores dificuldades daquele que deve ser nosso par...Em salas de aulas lotadas, com falta de incentivo público e privado, com remuneração insuficiente para capacitar-se, com a ausência de políticas públicas voltadas para sua melhor formação. Ainda assim, ele ainda é o nosso grande aliado.

Caminhar em PARCERIA, buscando o DIÁLOGO com o professor (lembrem-se é ele quem passa mais tempo com as nossas crianças, do que às vezes suas famílias), a COMUNHÃO com a Escola, é o melhor caminho para proporcionar as nossas crianças, que possuem necessidades diferenciadas de aprendizagem, uma educação de qualidade, onde eles possam crescer em sabedoria e autonomia.

BUSCAR ajudar nossas crianças, eis o desejo de pais e educadores!

Milene Nurbegovic. Professora de Educação Básica, Psicóloga, Psicopedagoga, e mãe de portador de TDA.


http://www.tdah.org.br/br/dicas-sobre-tdah/dicas-para-educadores/item/977-rela%C3%A7%C3%A3o-professor-escola-aluno-e-fam%C3%ADlia-a-educa%C3%A7%C3%A3o-unida-para-o-sucesso.html


Ocorreu um erro neste gadget

Crianças Felizes Demais Nosso Blog!