Seguidores do Saber !

Direitos de Imagens

Direitos de Imagens
Toda imagem visualisada neste blog,são de origem do Google

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Inclusão Social e Políticas Públicas


Inclusão social é um termo amplo, utilizado em contextos diferentes, em referência a questões sociais variadas. De modo geral, o termo é utilizado ao fazer referência à inserção de pessoas com algum tipo e deficiência às escolas de ensino regular e ao mercado de trabalho, ainda há pessoas consideradas excluídas, que não tem as mesmas oportunidades dentro da sociedade, por motivos como:
- Condições sócio-econômicas
- Gênero
- Raça
- Falta de acesso a tecnologias

A inclusão social, em suas diferentes faces, é efetivada por meio de políticas públicas, que além de oficializar, devem viabilizar a inserção dos indivíduos aos meios sociais. Para isso, é necessário que sejam estabelecidos padrões de acessibilidade nos diferentes espaços (escolas, empresas, serviços públicos), assim como é necessário o investimento em formação inicial e continuada dos profissionais envolvidos no processo de inclusão, principalmente dos professores.

Quer saber mais sobre o que são Políticas Públicas? É só clicar no link abaixo:

http://www.politicaspublicasbahia.org.br/spip.php?article65

Inclusão Social Existe??


Gostaria de repartir com vocês um episódio que nos frustou...

Neste começo de ano minha família está enfrentando algumas dificuldade com relação a minha tal deficiência, mesmo acreditando que deficientes são essas pessoas que têm tanta dificuldade para lhe dar com o que é diferente.
Mas tudo bem, se eles querem me tratar assim... Ah, fora que adooooooro o termo ESPECIAL. Sei que para minha família tanto eu como meu irmão somos especiais, mas adoro saber que sou especial pra todo mundo, kkkkk.

Vamos lá:
Acho que todos conhecem ou pelo menos ouviram falar da tal inclusão social, correto???
Mas será que alguém sabe como isso funciona ao certo? Melhor, será que isso funciona???

Olhem para estes rostinhos:



Pois bem...
Muitos destes nem ao menos chegarão a saber o que é a tal INCLUSÃO SOCIAL, esta coisa tão bonita de se dizer.
Muitos não saberão porque seus pais, deficientes e preconceituosos, não terão coragem e sabedoria para correr atrás das informações.
Outros, terão pais que lutam e que correm atrás, brigam e expõem, no entanto, sofrerão o preconceito da sociedade burra e carente.
Além disso, ainda existem os informados mas não especializados...

É bem mais complicado do que vocês possam imaginar.

Devido as dificuldades que me cercam, mamãe resolveu correr atrás de uma nova escola pra mim, com o intuito de um melhor aprendizado.
Sempre estive na rede Muninipal de ensino e, pela 3ª vez, terei de fazer a 1ª série.
Durante o ano de 2010, inúmeras foram as dificuldade encontradas na escola bem como as tentativas por parte da minha mamis em melhorar.
Várias delas foram em vão e só nos trouxeram desgaste.

Com isso, começaram a correr atrás de um novo horizonte.
Algumas escolas particulares chegarão a dizer que não aceitavam crianças especiais.
Outras foram menos indelicadas e disseram que não tinham um quadro de funcionários que pudesse me atender.
Bem, acabamos conseguindo 3 escolas que deixaram claro que, mesmo não tendo um quadro próprio pra me atender, estavam trabalhando com a tal INCLUSÃO SOCIAL e teriam condições de me receber.

Legal, um bom começo.

Todos sabem também que estas escolas têm um preço bastante salgado e, com isso, entrei no programa de bolsas para deficientes da nossa Prefeitura.
Protocolada a solicitação, apresentados os documentos, aguardamos até na semana passada, quando ao ligar, lá veio a surpresa.

A Secretaria de Educação não deu parecer favorável a nossa solicitação, barrando com isso a bolsa.

Justificativa:
As escolas não estavam aptas a trabalhar com cças especiais... Não tinham um curriculo reconhecido pelo MEC.


Imaginem o banho de água fria, principalmente pra minha mãe.

Não vou me estender mais, no entanto, gostaria que todos vocês espalhassem e cobrassem a tal inclusão social.
Pode ser no trabalho, na faculdade, na escola, na academia, enfim, em todo e qualquer lugar.
Vamos fazer acontecer...


Beijocas
http://down100preconceito.blogspot.com/

Pessoal divulgue comente quem lucra é quem nescessita de ajuda.Sou apenas um grão de areia em um imenso deserto.
Mary Cely
Suely não consigo deixar comentário a vc...

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Carta a Um professor


Nestes tempos em que pais incentivam bulling, não aceitam notas, questionam e ameaçam professores, passam a mão na cabeça de filhos atropeladores, brigões, marginais, frutos amargos de um tempo sem qualquer noção de limites, semeando uma sociedade que não valoriza a vida, vale a pena ler esta carta de um grande homem:


CARTA DE ABRAHAN LINCOLN AO PROFESSOR DO SEU FILHO:


"Caro professor, ele terá de aprender que nem todos os homens são justos, nem todos são verdadeiros, mas por favor diga-lhe que, para cada vilão há um herói, que para cada egoísta, há também um líder dedicado, ensine-lhe por favor que para cada inimigo haverá também um amigo, ensine-lhe que mais vale uma moeda ganha que uma moeda encontrada, ensine-o a perder, mas também a saber gozar da vitória, afaste-o da inveja e dê-lhe a conhecer a alegria profunda do sorriso silencioso, faça-o maravilhar-se com os livros, mas deixe-o também perder-se com os pássaros no céu, as flores no campo, os montes e os vales.
Nas brincadeiras com os amigos, explique-lhe que a derrota honrosa vale mais que a vitória vergonhosa, ensine-o a acreditar em si, mesmo se sozinho contra todos.
Ensine-o a ser gentil com os gentis e duro com os duros, ensine-o a nunca entrar no comboio simplesmente porque os outros também entraram.
Ensine-o a ouvir todos, mas, na hora da verdade, a decidir sozinho, ensine-o a rir quando estiver triste e explique-lhe que por vezes os homens também choram.
Ensine-o a ignorar as multidões que reclamam sangue e a lutar só contra todos, se ele achar que tem razão.
Trate-o bem, mas não o mime, pois só o teste do fogo faz o verdadeiro aço, deixe-o ter a coragem de ser impaciente e a paciência de ser corajoso.
Transmita-lhe uma fé sublime no Criador e fé também em si, pois só assim poderá ter fé nos homens.
Eu sei que estou pedindo muito, mas veja o que pode fazer, caro professor."
Abraham Lincoln, 1830


http://matecarneiro.blogspot.com/

Ocorreu um erro neste gadget